O que fazer com a Informação ?

15 de Abril de 2014

Um artigo, transdisciplinaridade e pontos de vista

Filed under: CMS, plataformas, web, webdesigner — Etiquetas:, , , — maria thereza do amaral @ 20:03

 

Li hoje[1] no iMasters um artigo[2] em que o autor analisou e comentou, dentre outros temas e assuntos, sobre  Joomla! , WordPress e Wix.

Os dois primeiros originalmente foram criados como CMS e o segundo é um site criado para ser “uma plataforma online de criação e edição de sites“.

O que vou analisar a seguir não é exatamente o conteúdo técnico do artigo, mas a lógica de construção do artigo, mesmo que seja baseada no que eu sei sobre os temas.

 

O autor tentou analisar universos muito amplos e ao faze-lo cometeu dois ”pecados mortais’:

– não contemplou as nuances transdisciplinares em que ele estava adentrando e…

– não explicitou onde estava seu ponto de vista sobre cada tema[3].

 

Ele assumiu algumas definições e proposições sobre os temas abordados e assim o fazendo, mostrou que seus conhecimentos sobre eles eram desiguais, e isso não é claro para quem lê o artigo. E esta postura em uma abordagem transdisciplinar não é aceitável. A não ser que antes você fale que seu grau de conhecimento de tais e tais temas são este e aquele e com isso estabeleça de onde você está fazendo as comparações.

É claro como ‘a luz de um dia ensolarado’, para quem tem uma vivência razoável em leituras transdisciplinares em alguns campos do conhecimento, quando um autor está falando sobre o que não domina. Isso não seria um problema real se o autor tivesse explicitado este fato (o que não ocorreu no artigo analisado).

Por exemplo, só usando como exemplos o Joomla! (sobre a qual sei muito pouco), o WordPress (uso o WordPress. com e WordPress.org como usuária avançada de CMS) e o Wix (sobre o qual já ouvi falar, entrei algumas vezes no site, mas nunca usei):

– Nunca tentei usar o Joomla! por que gostei de usar o WordPress. Mas pelo universo (pequeno) de pessoas a minha volta que o usam, ele parece atrair pessoas que querem mais liberdade na programação (o que nem de longe é o meu caso, não sou programadora).

– Pelo que acompanho do WordPress (fui no WordCamp de 2013, inclusive), ele parece atrair programadores que gostam muito de design. E que gostam da comunidade do WordPress (me parece que isso também é verdade para a comunidade do Joomla!).

– E até onde eu sei, quem sabe programar pode usar qualquer um dos dois, WordPress ou Joomla!, para transformá-los de ‘cara de blog’ em um site.

– O Wix.com me parece ser outro universo completamente diferente, o universo de leigos em HTML e cia que querem ‘para já’ um site com cara de que foi feito por um profissional.

E termino colocando que o interessante foi achar, em seguida a estas minhas leituras, um outro artigo no iMaster com um conteúdo completamente diferente deste que estou comentando, bem mais curto, mas que usa o que o outro não conseguiu usar: explicitar os pontos de vista do autor e a transdisciplinaridade: “Vivendo e aprendendo a jogar” na seção “Tecnologia+Tendências”.

Podemos estar na “Era da Informação“, “Era Digital” ou algo assim, mas construir um raciocínio lógico ainda é um arte que precisamos exercitar com constância. Por que senão facilmente estaremos cometendo paralogismos[4].

 

______________________________________________________

[1] 15 de abrild e 2014

[2] O artigo e aqui dois links (interessante salientar que um foi feito em Joomla! e o outro em WordPress) de artigos que fazem uma crítica à ele: http://blog.helvecio.com/wpress/2014/04/04/joomla-uma-morte-que-teimam-em-anunciar/   e   http://www.danielcorrea.me/blog/80-em-vez-de-averiguar-a-verdade-faca-suposicoes-e-imagine-o-pior.html 

[3] O famoso “tudo depende do referencial adotado”.

[4] Meus conhecimentos em história da filosofia e em história da lógica são muito básicos, mas para quem quiser saber mais sobre paralogismos, a wikipedia em inglês é mais indicada. Ou em francês.

Anúncios

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: